Conversinha sobre marchas e subidas

23 jun

Quando começamos a pedalar é comum que enfrentemos alguns probleminhas com a troca de marchas em subidas. Durante a subida nós colocamos mais força no pedal do que o normal, e tentar trocar de marcha sem dar uma relaxadinha nessa força toda pode exigir muito da corrente. Este esforço pode fazer com que a corrente escape ou até mesmo se rompa e, a longo prazo, ainda pode diminuir a vida útil do conjunto, fazendo com que você tenha que trocar algumas peças mais rápido do que gostaria.

Uma forma bem simples de contornar este problema é sempre diminuir a marcha quando você vê que uma subida se aproxima. Caso você já se encontre no meio da subida e perceba que a marcha atual não é a mais adequada, tente dar umas 2 ou 3 pedaladas mais fortes e só então troque de marcha ao mesmo tempo que dá 1 ou 2 pedaladas mais leves – a idéia é que você faça a bicicleta rodar um pouquinho para poder relaxar a força no pedal por alguns instantes e trocar a marcha sem risco.

Conhece mais dicas sobre troca de marcha?

Compartilhe nos comentários!

Anúncios

Uma resposta to “Conversinha sobre marchas e subidas”

Trackbacks/Pingbacks

  1. 2º Encontro: Liberdade « Pedalinas - 23/06/2009

    […] de uma das bicicletas escapou em uma troca de marcha na subida, um excelente pretexto para uma conversinha sobre marchas e subidas. Corrente recolocada, seguimos sem outros […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: