Na barra da sua calça…

12 mar

O título tinha o objetivo de fazer graça com aquela música já velhinha que fala da barra de uma saia, mas a verdade é que as meninas que usam a bicicleta no dia a dia enfrentam mais dificuldades com as barras das calças mais largas do que com barras de saia, já que as primeiras podem enroscar na corrente, sujar de graxa, enroscar no pedal.

Para quem não possui o cobre corrente e também não usa apenas leggings, saias e shorts mais curtos, uma alternativa é usar um prendedor de calça. Só que por aqui a bicicleta ainda é mais associada a esporte que ao uso diário e esse não é um acessório fácil de ser encontrado.

Pois a Andrea, do SuperZíper, também andou investindo na vida de ciclista e ensinou no seu blog como fazer um prendedor de calça a partir de uma câmara velha de bicicleta – podia ser mais adequado?

Clica aqui para ver a super dica. Eu estou a procura de uma câmara velha para chamar de minha e fazer o meu próprio prendedor.

Anúncios

7 Respostas to “Na barra da sua calça…”

  1. Cristiano 12/03/2011 às 10:37 PM #

    Muito legal heim!!! A inventora está de parabéns pela criatividade!
    Realmente essa questão das nossas bikes no Brasil não serem projetadas para uso urbano é bastante complicado, e olha que segundo as estatísticas o maior volume de usuários de bikes por aqui a usam como meio de transporte. Eu por exemplo estou disposto a trocar de bike, mas não encontro uma bike urbana, com bagageiro, paralama, iluminação noturna (tipo as europeias), que não seja esportiva e caríssima. Pois só uso como meio de transporte. Sendo assim o negócio é usar a criatividade, fazer adaptações, pesquisar e pedal pra frente rsrsr.
    Quanto a prender a calça eu também tenho uma dica, eu uso este prendedor diáriamente (comprei neste site, demorou 40 dias para chegar), pois pedalo com roupa social: http://www.dealextreme.com/p/cycling-stretch-reflective-ankle-band-black-32796

    Agora estou tentando achar um suporte para Guarda-chuva…

    Cicloabraços!!!

    • Simone Miletic 13/03/2011 às 9:57 AM #

      Oi Cristiano,

      Eu acabei apostando em uma dobrável e agora estou enchendo ela de coisas – o pessoal que me vendeu disse que ela nem é mais tão dobrável assim por conta de bagageiro, cesta, iluminação, mas eu achei que ficou bom, até porque eu não a coloco dobrada com tanta frequência. Também queria muito um suporte para guarda-chuvas!

  2. Eduardo Rasche da Motta 13/03/2011 às 4:29 AM #

    Olá. Resolvi meu problema usando simplórias borrachinhas de cabelo. Ou ainda aqueles elásticos de papel. Quase de graça. Estamos morando em um país bastante frio e estes acessórios são importantes, visto que quase sempre uso calças. A bici, uma Caloi 10 Sprint brasileiríssima, mais de 30 anos. Bagageiro, pára-lamas e bastante manutenção. Tá querendo uma bicicleta simples para locomoção utilitária? Procurando se acha em brics a bela Caloi Ceci antiga com bagageiro e pára lamas originais. Ela ganhou até um prêmio de design na Europa. Lindona mesmo. Eu tinha uma. Rosa e cinza, pneus aro 28. A vantagem destas bicis antigas é que quase ninguém vai achar que é sua e levar prá casa. Sempre que passares em frente a um bric, vale dar uma garimpada.
    Saudações;
    Eduardo.

    • Simone Miletic 13/03/2011 às 9:59 AM #

      Eduardo,

      Infelizmente aqui no Brasil o povo ainda não tem cultura de vender o antigo, o usado não é? Com o tempo isso vem mudando, mas ainda é sonho de consumo aquelas feiras de coisas usadas a preços realmente vantajosos.

      • Eduardo 01/10/2011 às 3:35 AM #

        Oi Simone. Naquela época paguei 70 mangos pela Ceci. Tava procurando uma usada nos briques de PoA e dei de cara com a magrela. Comprei na hora do gorducho dono do ponto. É manter os olhos bem abertos. Mas concordo, ñ tem a cultura do comprar usado e renovar. Êta prazerzão este de limpar, passar uma graxa nova e usar tudo limpim e funcionando de novo.
        Saudações ciclísticas

  3. Marcos 13/03/2011 às 4:11 PM #

    Idéia muito legal e a foto também. Tenho uma Speed D7, por sinal da mesma cor. Ouvi falar que o pessoal do metrô costuma barrar nossas bikes, mesmo dobradas. Fica a idéia pro próximo DIY, uma bolsa pra disfarçar ela, kkkkk.
    Tome cuidado também com os cadarços dos tênis, costumam entrar na corrente.

    • Simone Miletic 13/03/2011 às 6:34 PM #

      Marcos, tenho uma Eco 3, o pessoal do metro só barra caso ela não esteja coberta, eu tenho uma capinha de 30,00 reais, ela nem fecha embaixo, mas eles já não encanam se eu usar ela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: