relato sobre o bazar de trocas

7 abr

O que se faz num encontro das Pedalinas? Bem, me parece que quando não se pedala efetivamente, se fala bastante sobre pedalar – e sobre tudo o mais que isso envolve!

Assim, no bazar de trocas das Pedalinas, que ocorreu no dia 20.03, falou-se bastante. E se as trocas de peças de bike e de roupas caíram muito bem, o bate-papo sempre é o que fica. Seguem alguns flashes em sequencia caótica.

para ver as fotos clique aqui

Ensaiar dias para pedalar até a praia. E chegar até o mar. Chegar até Paraty.

– Uso a ‘técnica’ de sorrir ao motorista de ônibus, em plena Pedro de Toledo, avisando “olhe, meu senhor, eu vou entrar à direita e pronto, sim?”.

– Os motoqueiros não conquistaram o seu espaço? Então, a gente tem que conquistar! (segue-se uma intensa discussão).

Os desejos em gestação de pedalar entre duas cidades. Será que eu consigo? Quanto é 35km?

– E como é difícil encontrar livros de receitas vegetarianas!

Ainda uma pedalina explica detidamente como fez para amarrar uma cestinha de supermercado no bagageiro com lacres. Olha, mas cuidado que desestabiliza a bike!

E trouxeram um milhão de coisas, incluindo suas histórias de como fazer para sair lá de cima da Zona Sul e chegar até à USP todos os dias – 16km não é para qualquer uma. E recebe grátis um lindo bronzeado cheio de vitamina D. Você usa filtro solar?

– Não sei, depois que comecei a andar de bicicleta… sobe uma auto-estima, sabe? Acho legal o guidão alto, você pedala com a cabeça ereta. O ex não gostou que comecei a andar de bicicleta, se fosse os outros tudo bem, mas era eu, sabe? Ah, o meu incentiva.

– Nossa, a gente morou aqui perto quando pequena.

– Esse é o sutiã de bicicletinha! Que lindo, nossa, você devia ser vendedora. – E ainda uma das pedalinas deveria ser modelo, pois tudo veste perfeitamente nela – vai, desfila no corredor! Faz a foto! – Mas você não quer ficar com esse vestido? Ah, odeio rosa. Ah, eu gosto.

– Desculpa, quero só dar um rolê, tô com a cabeça cheia, hoje só passei para deixar essas coisas.

– Ei, como se usa isso? É um porta-celular para prender no braço. Acho que a Camila irá gostar, ela não falou que queria ‘surpresas’?

– O que é uma bicicleta fixa, é sério que freia com o tênis?!

– E vc deixa algumas roupas lá no CIM – é o Centro de Informação da Mulher, pode ser?

– Esse que é o cachorro? (ouvem-se latidos nada amigáveis pelas escadas)

– Então, aí foi assim, ensaiei dias e dias para pedalar até a praia. E fui. Cheguei até o mar.

Anúncios

5 Respostas to “relato sobre o bazar de trocas”

    • bianca 10/04/2011 às 10:39 AM #

      ótimas dicas, João!! valeu!! =)

  1. suzana 13/04/2011 às 2:43 PM #

    Ai, que relato lindo… adorei, leve, até me passaram uns flashes agora… Abraços garotas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: