A primeira vez a gente nunca esquece

9 maio

Ensinei uma pessoa a andar de bicicleta.

Se falo de mim, não é por excessos de ego: é porque a emoção foi muita. Eu nunca tinha ensinado ninguém – não sabia o que esperar. Mas o mérito mesmo foi dela. Adulta, nunca tinha pedalado. Achava que não ia conseguir.

Três meninas que agora sabem andar de bicicleta

Mas ela foi valente, venceu o medo, se equilibrou. Dei algumas dicas, segurei a bicicleta para ela um pouco, corri ao seu lado enquanto ela girava os pedais. E, algumas voltas depois, pronto! Lá estava ela, se emancipando de mim, sem querer parar de pedalar.

Minha primeira aluna. Orgulho!

Ela foi a primeira. Mas não foi a única. No mesmo dia, sete outras mulheres encararam o desafio de tentar aprender a pedalar, no primeiro dia do curso de bicicleta das Pedalinas, no sábado. Eu e várias outras meninas do coletivo fomos lá para tentar ajudá-las a aprender, da melhor forma que pudéssemos. Algumas das novatas nunca tinham subido em uma bicicleta. Outras, tinham tentado e caído na infância, e ficaram traumatizadas. Outras tinham sofrido a clássica repressão em casa – é perigoso demais, você não consegue… Mas elas conseguiram. Todas, todas vitoriosas. Algumas, a maioria, já saíram andando sozinhas, não queriam largar as bicis. Outras precisam de um pouco mais de treino – questão de prática até que encontrem seu equilíbrio. Cada uma tem seu tempo, que é importante respeitar. Quantos tombos levei na infância, até me desapegar das rodinhas de apoio!

Carol correndo atrás de sua aluna emancipada

Corajosas. Se eu já não soubesse pedalar, não sei se encararia o desafio de aprender hoje – às vezes nossos medos ficam tão grandes, nos paralisam. Mas essas meninas enfrentaram esses medos, esses fantasmas, esses traumas. Bravas. E tão felizes ficaram!

As aulas práticas foram antecedidas de uma aula teórica curta, em que falei da história das bicicletas e a Verônica explicou o que eram algumas partes e peças da bici.

Aulinha teórica sobre a história das bicis

Falamos da importância da bicicleta para o movimento de emancipação das mulheres. De como isso foi importante para que diminuíssem as diferenças de direitos entre os sexos e ajudou a formar uma nova imagem de mulher, menos frágil, mais independente. E logo em seguida vivemos isso na prática: mulheres se emancipando, vencendo limites. Foi lindo. Histórico. Épico. Uma forma incrível de comemorar o aniversário de dois anos do coletivo.

Verônica apresenta os principais componentes de uma bike

De tarde, o passeio mensal foi ótimo também, com um passeio pelo centro, paradinha na Soroko para tomar sorvetes e depois um bate-papo na Casa das Rosas. Quem estava de manhã, não parava de comentar o sucesso da oficina de ensinar a pedalar.
Ensinei mulheres a andar de bicicleta. E, por clichê que possa soar: elas me ensinaram muito mais.

P.S.: Sábado que vem tem mais Curso das Pedalinas! Dessa vez, Mão na Graxa, oficina de mecânica. E, dado o sucesso da aula de Primeiras Pedaladas, vamos continuar com essa parte prática, para que as meninas que começaram a aprender possam praticar mais. Novas meninas que quiserem começar do zero também são bem-vindas. Fiquem ligadas no blog para ver a programação completa do curso, horários e locais.

Mandala na Praça da Sé, no passeio mensal!

P.S.2: Mais fotos do curso e do passeio mensal no Facebook da Silvia, autora das imagens acima, e no Picasa das Pedalinas.

Anúncios

27 Respostas to “A primeira vez a gente nunca esquece”

  1. krasis 09/05/2011 às 2:12 PM #

    Aaaaaaaaai que amor! haha *-*
    Eu sou a sua aluna, que deve MUITO a você.
    Fiquei tão tão tão feliz de ter aprendido, que no mesmo dia peguei uma bike no metrô e tentei dar uma engatinhada pela cidade. Consegui muito pouco, mas não tenho vontade de parar nunca mais.

    Vocês ensinaram nós todas a superar um trauma de muitos anos, e nos ensinaram que nunca é tarde pra sentir o ventinho da liberdade no rosto.

    Obrigada, muito mesmo.
    Sábado que vem estaremos lá novamente. (:

    • Mafê 15/05/2011 às 8:17 PM #

      São 30 anos de frustração: não consigo nem subir na bike. Quando é que vou poder mudar isso, com vocês?? Estou muito, mas muito emocionada lendo estes relatos!!! Quer saber?? Minha história acabou de mudar agora! Eu nem sabia que não era só eu que não sabia andar de bicicleta!!!

  2. Cely 09/05/2011 às 3:26 PM #

    Eu sou a aluna emancipada que deixou a Carol correndo feito louca rs…gente, to emocionada até agora!

    A parte da teoria já me encantou, imaginem que eu como feminista nunca tinha refletido sobre o papel da bicicleta na emancipação das mulheres, e foi maravilhoso ouvir a Jeanne falar sobre isso. Na hora da prática confesso que estava trêmula, ainda mais por ter sido a primeira a se esborrachar! rs…mas a diferença é que das outras vezes tinha um monte de gente babaca pra rir da minha cara e me fazer desistir, e dessa vez eu estava cercada de mulheres que acreditaram em mim e me fizeram sentir confortável e acolhida.

    Tudo o que envolve coordenação sempre foi um desafio pra mim, porque fui desestimulada a desenvolver minha capacidade física desde criança, graças às velhas opressões contra meninas. Quando dei minhas primeiras peladas senti parte desse peso caindo dos meus ombros, e agora a minha vontade é me superar cada vez mais, porque a sensação de liberdade vale muito a pena.

    Só tenho a agradecer às Pedalinas, vocês são umas fofas e com certeza mudaram a minha vida ❤

    Beijos

  3. olivia 09/05/2011 às 4:23 PM #

    que lindo gente! parabéns a todas, queria muito ter ido!

  4. Natália 09/05/2011 às 5:25 PM #

    Fiquei emocionada só de ler. Assim que fechar este semestre na faculdade, sou mais uma que vai se juntar a vocês. =)

  5. Camila Oliveira 09/05/2011 às 7:01 PM #

    Foi inesquecível, inspirador, um dia fantástico! Parabéns a todas as envolvidas:)

  6. Jeanne Callegari 10/05/2011 às 11:29 AM #

    Oi, aluna querida! Que legal que você já quis sair pedalando, tá louca de vontade, hehe! Isso faz toda a diferença. Aos poucos você vai ganhando confiança e irá mais longe; esse sábado tem mais!
    Cely, a parte teórica eu acho bem bacana mesmo! É legal como tem relação com nossos medos, e os desafios que a gente mesma tem que encarar para pedalar na cidade. Tanta coisa mudou, mas tanta ainda permanece a mesma, depois de tantos anos!
    Foi lindo demais o encontro e vocês estão todas de parabéns! Orgulho! 🙂

    • Ed 20/05/2011 às 5:35 PM #

      Meninas. Sempre venho aqui no blog e não me arrependo. esse post ilustra bem o porquê. Eu mesmo aprendi a andar de bici aos 20 e pocos anos. Tentei na infancia (sempre tivemos bicicleta em casa) mas caía tanto que desisti. Sonhava muito (sonhava mesmo, dormindo) pedalando por ruas escuras e, nos meus sonhos, pedalava muito bem! Aos 20 e poucos anos, peguei meu salário de estagiário, comprei uma velha Caloi Ceci que uma vizinha estava vendendo e…. pedalei! Sozinho! Era igual no sonho!!! Hoje,aos 43 anos, tenho duas bikes, faço trilha, viagens, vou ali na padaria…. tudo de bike. Valeu a pena, muito a pena. Se tem algo que é válido nessa vida é aprender e..ensinar.

      Parabéns

    • Cláudia Augusta 22/11/2012 às 1:58 AM #

      Tenho MUUUIIIIIIIIIIITO medo! Sou muito descoordenada. Desorientada. Desequilibrada. Não me deixaram tentar na infância “Vê lá se filha minha vai andar por aí, escanchada numa bicicleta!”. Fiz uma terrível e desastrada tentativa, há quase 7 anos, na lua-de-mel. Quase terminou em divorcio. Tenho 45 anos. Há esperança, ou sou um caso perdido? Sonho, mas me obrigo a me conter, para não me frustrar. Há esperança para mim?

  7. Mr. W 10/05/2011 às 12:27 PM #

    Jeanne, parabéns pela iniciativa. É de gente assim que precisamos….
    …e de gente corajosa em admitir que não sabe e em aprender depois de adulto.
    Sou fã de vcs.

  8. Lan 10/05/2011 às 12:42 PM #

    Woooow!! O.O
    Pena que perdi, parece q foi incrível, hein? =D

    Próximo sábado apareço pra bisbilhotar!! \o/

  9. Telma 12/05/2011 às 10:54 AM #

    Não pude ir, que peninha. uero muito começar a pedalar. Quando terá repeteco desta aulinha inicial e da aula teória?? O próximo encontro será na mesma praça da Av. Paulista?

  10. SULANY 12/05/2011 às 9:15 PM #

    TO COMEÇANDO AGORA DAR MINHAS PEDALADAS PRA IR TRABAHA CONFEÇO TENHO MEDOO MAIS SEI QUE VOUU VENCER ESSA PARREIRAAA TO LOUCA PRA CONECER VCS MAIS TRABALHA NO SABADO NAO TEN OUTRO DIA QUE EU POÇO COMPARECE ENTRE VCSBJSS

  11. Manoel Alves 21/07/2011 às 10:32 PM #

    Esta encoraja aqueles(as) que gostariam de andar de bici.

  12. Marcos Marcondes 22/02/2012 às 5:13 PM #

    a primeira vez não deveria ser com capacete …. alias necessário antes de montar na bike !!!

    fica a dica

Trackbacks/Pingbacks

  1. 2º encontro do curso: Mão na Graxa! « - 12/05/2011

    […] (próxima à Praça d@ Ciclista e ao cruzamento da Consolação com a Paulista, só que em direção ao Pacaembu. O local é conhecido pelas bancas de fruta, dê uma olhada nestas fotos) […]

  2. A primeira vez a gente nunca esquece | barrigadefinida - 14/05/2011

    […] Source: https://pedalinas.wordpress.com/2011/05/09/a-primeira-vez-a-gente-nunca-esquece/ […]

  3. encontro de junho! « - 03/06/2011

    […] Obs.: Para esta atividade não é necessário trazer bicicleta. Leia mais sobre esta iniciativa aqui […]

  4. Querem Atropelar Minha Paixão. « krasis - 13/06/2011

    […] Naquele 7 de Maio, a minha professora foi a Jeanne, alguém que vai carregar minha eterna gratidão por ter me ensinado algo que me mudou tanto. Ela correu, me equilibrou, e do nada, eu senti vontade de falar aquele “Pode soltar!” que as crianças de poucos anos dizem aos seus pais. E ela soltou. E eu deslizei. Segundo maior amor da minha vida. ❤ […]

  5. Meu Primeiro Veículo e a Maioridade « - 25/07/2011

    […] presentes, eu me senti confiante pra fazer algo que gostaria de ter aprendido na infância. Eu pedalei. Registro da primeira pedalada da vida, em maio, ainda incrédula do feito […]

  6. Pedalinas ensinam a pedalar este domingo! « miloliv / pedalina de oz - 27/07/2011

    […] como foi a primeira oficina: https://pedalinas.wordpress.com/2011/05/09/a-primeira-vez-a-gente-nunca-esquece/ Esta entrada foi publicada em Dicas, Eventos, Pedalinas. Adicione o link permanente aos seus […]

  7. desCrentes - 28/07/2011

    […] bem recebidas, instruídas com paciência e carinho e, claro, conseguiram aprender. Vale a pena ler o relato carregado de emoção da Jeanne, contando como foi especial poder ensinar meninas adultas a andarem de […]

  8. Pedalinas ensinam a escolher os melhores caminhos pelas ruas, nesse sábado | Vá de Bike! - 30/09/2011

    […] de ensinar meninas a andarem de bicicleta e explicar noções básicas de mecânica, o curso só para mulheres “Aprenda a Andar de […]

  9. Pedalinas ensinam sobre cicloviagens e longas distâncias em bicicleta | Vá de Bike! - 30/09/2011

    […] curso só para mulheres “Aprenda a Andar de Bicicleta” chega à sua última aula. Depois de ensinarem meninas a andar de bicicleta, explicarem noções básicas de mecânica, e mostrarem como pedalar nas ruas e traçar caminhos, […]

  10. Aprendendo a andar de bicicleta depois de adulta | Vá de Bike! - 30/09/2011

    […] bem recebidas, instruídas com paciência e carinho e, claro, conseguiram aprender. Vale a pena ler o relato carregado de emoção da Jeanne, contando como foi especial poder ensinar meninas adultas a andarem de […]

  11. Próxima oficina Aprendendo a Pedalar: 26/02 « - 14/02/2012

    […] Essas oficinas são voltadas para quem não sabe andar de bicicleta, e qualquer pessoa pode participar: adultos, jovens e crianças. Elas são feitas por voluntários, e não são cobradas. Não precisa fazer inscrição, nem levar bicicleta. É só aparecer e levar um pouco de coragem! […]

  12. Aprenda a andar de bicicleta com um Bike Anjo - 30/03/2013

    […] a pena ler o relato carregado de emoção da Jeanne, contando como foi especial poder ensinar meninas adultas a andarem de bicicleta, em uma oficina […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: