Arquivo | novembro, 2011

Encontro de Dezembro

30 nov

flyer: @gabikato

E dezembro chega com um novo passeio de bike das Pedalinas!
Nesse pedal tranquilo só para garotas, iniciantes são sempre bem-vindas!

Data: Sábado, dia 3 de Dezembro
Horário: A partir das 15h
Local: Praça d@ Ciclista (Av. Paulista x R. da Consolação)!

Qualquer dúvida, é só se inscrever na lista de e-mails e mandar uma mensagem, ou enviar um e-mail a pedalinas.sp@gmail.com.

Anúncios

Encontro Mensal: Sábado, 05/Novembro

4 nov

Como eu fiz a sacola da minha bicicleta dobrável

3 nov

Habilidade em costura: Para reproduzir esta sacola, você deve saber fazer costura reta e ziguezague numa máquina caseira. Máquina overloque é opcional. Deve também saber fazer barra com cordão.

Materiais:

  1. Tecido leve, resistente e impermeável. Eu aproveitei um tecido sintético que é usado como forro de alfaiataria e que estava sobrando no meu armário. Custa mais ou menos 3 reais o metro. Ele não é impermeável, mas não fica encharcado na chuva, como os tecidos de algodão.
  2. Cordão. Qualquer cordão serve, mas, novamente, os sintéticos não ficam pesados quando molham e escorregam melhor dentro do tecido.
  3. Linha.
  4. Fita métrica, trena ou régua grande.
  5. Tesoura.
  6. Máquina de costura. Eu usei a minha máquina caseira. Se você for uma costureira experiente que tem máquina de costura tipo overloque, parabéns! O seu tempo será otimizado. Se você quiser fazer à mão, fique à vontade, mas vai levar mais tempo e a costura ficará frágil.

1. Depois de medir a minha bici, cortei dois retângulos de tecido. Mas antes, medi a profundidade, dividi por dois e adicionei em cada lado, além de 1cm para costura, e 4 cm para a barra com cordão. Depois, dobrei o tecido e cortei os dois pedaços de uma vez só. Não se reprima. É melhor cortar pedaços grandes e depois ir ajustando, que cortar pequeno e ter de fazer tudo de novo depois.

2. Antes de começar a costurar, você pode alfinetar ou alinhavar os tecidos e vestir a bici. É nesse momento que você vai decidir se quer ajustar mais um pouco, e onde será a abertura. Como eu decidi que ia carregar a minha bici pelo selim, marquei na parte superior dos dois retângulos de tecido uma abertura que era suficiente para que ele passasse.
3. Você pode também, nesse momento, marcar com alfinete as sobras nos cantos superiores pra sua sacola não ficar quadradona! Eu arredondei só um pouquinho.
4. Eu sei que é super fácil dar voz à preguiça nesse momento, mas por favor não pulem esta etapa! É muito importante fazer o acabamento que vai impedir que o seu tecido fique soltando fiapos na máquina de lavar. Eu ajustei a minha máquina caseira no modo ziguezague (quem tem overloque, agora é a hora) e fui costurando a barra do tecido inteira, envolvendo-a com linha. Exemplo aqui.
5. E só depois disso, eu ajustei a minha máquina no modo reto, e uni as laterais e a parte superior. 6. Deixei uma abertura para o selim. Nesse momento, eu já queria chamar de sacola e pegar o metrô!
7. Mas eu fiquei pensando nos coitados dos funcionários do metrô, num dia chuvoso. Na roda lamacenta da minha bici sujando a minha calça e o vagão. Para evitar isso, algumas sacolas comerciais têm barra com cordão. 8. Foi simples, só dobrei o tecido na barra com um espaço a mais para passar um cordão, fiz uma costura reta, e em vez de unir, deixei um espaço de 4 cm. 9. Depois, passei o cordão com um clipe de papel. Se você nunca fez isso, aqui tem fotos de uma sacola com cordão.
A vantagem do cordão é que, ao puxa-lo, a sacola se fecha por dentro, revestindo a parte de baixo da bici. A desvantagem é que isso leva um tempinho extra, e o cordão pode ficar arrastando no chão. Eu ainda estou testando esse mecanismo. As sacolas da Dahon têm uma bolsinha para prender o cordão, que deve ser super fácil de fazer.
E essa é a sacola mais simples para bicicletas dobráveis. Também estou testando uma com alças de velcro. Se der certo, conto aqui pra vocês.
%d blogueiros gostam disto: